Preá

Posted by:  :  Category: Preás


(Cavia aperea e Galea spixii spixii)

Características – são duas as espécies de preás existentes no Brasil. Roedores que atingem até 30 centímetros de comprimento e cerca de 1 quilo de peso. Possuem orelhas pequenas, patas curtas e cauda não visível. São comestíveis e vastamente usados em laboratório. As preás que vivem no Sul do Brasil têm o pêlo áspero, tendendo entre o castanho e o cinza-escuro. A espécie nordestina se distingue pelas manchas brancas que tem junto às orelhas.

Habitat – Cavia aperea vive nos brejos e nas proximidades de matas úmidas. A Galea spixii spixii vive em bandos e é um dos mamíferos mais comuns da caatinga.

Ocorrência – A de nome científico Cavia aperea é encontrada nos Estados do Sul e do Sudeste e também na Argentina e no Paraguai. A outra, Galea spixii spixii , é típica da região Nordeste.

Hábitos – vivem em bandos que de madrugada ou à noitinha saem para procurar alimentos. São muito tímidos e quando afugentados procuram se esconder correndo aos pulos, soltando pequenos gritos.

Alimentação – herbívoros

Reprodução – geralmente, faz seus ninhos em moitas de cactos ou bromélias e em pequenos buracos. as fêmeas ficam maduras sexualmente no sexto mês de vida. Estão no cio quando se agitam e a vulva incha. O macho, então, começa a dança nupcial em volta da fêmea e mexe a boca como se estivesse mastigando. A aprovação acontece quando a fêmea passa a emitir guinchos e a repetir o movimento da boca do macho. A gestação dura de 60 a 70 dias e o número de filhotes em geral é de dois ou três, que nascem de olhos abertos e com pêlos. Mamam por duas a quatro semanas e depois passam a se alimentar de comida sólida.

Ameaças e utilização – a preá já foi muito perseguida pelas populações rurais, que apreciavam sua carne e chegavam a compará-la à carne de coelho. Hoje, esse hábito ainda persiste na região Nordeste, especialmente entre as famílias mais pobres que, muitas vezes, encontram nesse pequeno roedor a única fonte de alimento. Uma das maneiras de capturá-lo é com uma armadilha bem simples formada por duas tábuas e um alçapão.


?>