Menu

Águia-real

A águia real (Aquila chrysaetos) é uma ave de rapina de hábitos diurnos, da família Accipitridae. As fêmeas da espécie são um pouco maiores do que os machos, sendo que a envergaduras das asas pode chegar a 2,20 metros, e seu peso varia de 2,5 até 7 kg.

Essa espécie de águia habita em grande parte do Hemisfério Norte. É encontrada na Europa Ocidental, no Norte da África, e em grande parte da América do Norte. Nos Estados Unidos são consideradas ameaçadas de extinção,e, por isto, são protegidas por lei federal. O aumento de mortes por envenenamento, a caça e o avanço do homem em direção ao habitat natural dessas aves são as causas da ameaça de extinção. As águias costumam abandonar o ninho quando se sentem ameaçadas.

As águias reais se alimentam de ratos, toupeiras, répteis, pássaros, lebres, coelhos e carniça. Chega a capturar animais maiores, como gansos e raposas. A águia pode transportar, em vôo, um peso de até 3,6 kg. É dotada de excelente visão, o que permite a ela observar qualquer movimento no chão. Prefere caçar em áreas abertas, sem muitas árvores, e em terra firme. Ataca de forma decidida, sendo que a velocidade do mergulho em direção a presa varia entre 240 a 320 km/h. As chances de sua vítima escapar são minímas.

Esta ave é capaz de planar por horas sem nenhum esforço, aproveitando para isso as correntes térmicas. A velocidade média em vôo das águias é de 45 a 50 km/h. O vôo dessas aves é magnífico.

Esta espécie de águia é monogâmica, sendo que a reprodução acontece uma vez por ano. Constrói seu ninho preferencialmente em locais rochosos, principalmente em encostas de montanhas, locais de difícil acesso para os humanos. Pode construir seu ninho também em árvores. Esses ninhos podem ter até 3 metros de diâmetro, e são feitos de ramos e outros materiais empilhados. Geralmente, a postura é de 2 ovos, podendo variar de 1 a 4. O período de incubação varia de 35 a 45 dias.

O primeiro dos filhotes a nascer é o mais forte, e ocorre com freqüência deste matar o, ou os irmãos que nascem mais fracos e menores. Os pais não impedem que isso ocorra. A dependência do filhote dura pouco mais de trinta dias. Nesse período, a responsabilidade pela alimentação da cria é tanto da fêmea, quanto do macho. Embora um casal necessite de, no minímo, 55 km de território para caçar, essas aves voam e buscam alimentos em áreas de até 200 km².

Fonte: www.infoescola.com

Tags: