Menu

Aranha marron

Essas aranhas, como outras tantas que se adaptaram a viver em ambientes modificados pelo homem, seriam desconhecidas da maioria da população se não fosse pelo fato de seu veneno ser capaz, mesmo em quantidades extremamente pequenas, causar problemas de saúde de intensidade leve a grave, podendo inclusive em poucos casos levar à morte.

A aranha marron pode viver mais 5 anos, podem passar meses sem alimento, mas são bem menos resistentes a falta de água. Algumas espécies de Loxosceles podem ficar mais de um ano sem água e sem alimento.

As aranhas em geral têm o sexo geneticamente determinado, mas antes da maturidade sexual é difícil distinguir entre machos e fêmeas.

Tempo de incubação do ovos: 50 dias
O desenvolvimento das aranha depende do tipo de presas ingeridas (dieta), da quantidade de presas ingeridas e da temperatura ambiental
A longevidade média das fêmeas é de mais de 3 anos, mas existem registros de fêmeas que viveram mais de 6 anos em laboratório
A longevidade média dos machos é próximo de um ano e meio, mas existem registros de machos que viveram mais de 2 anos em laboratório
A Loxosceles intemedia não tolera temperaturas muito altas (mortalidade inicia a 40 °C para aumento de temperatura gradual)
A Loxosceles intermedia resiste a baixas temperaturas (até -5 °C)

A aranha marrom caracteriza-se como uma ótima colonizadora de residências humanas, ocorre a reprodução durante o ano todo, tem grande longevidade, facilidade de ocorrer cópula dado o encontro de machos e fêmeas, não tem aparentemente predadores especializados em caça-las. Essas aranhas ocorrem em baixas densidades em ambientes naturais, mas se adaptaram muito bem as construções feitas pelo homem. Podem permanecer longos períodos sem alimento, e podem até mesmo ingerir outros insetos ou aranhas mortos, ocasionalmente.
Como se locomove mais, principalmente em dias mais quentes e sob baixa intensidade luminosa, a aranha marron tem muito mais chances de contato com o ser humano.

Tags: